Setembro 24 2012

Um belo dia, tendo a formiga saído do trabalho enquanto se dirigia apressada para a paragem do autocarro, passa por ela uma cigarra no seu belo mercedes. Ao ver a sua amiga formiga, pára o carro e: "Querida amiga, ao tempo que não te via. Vamos tomar um café?"

A formiga aceitou o convite, e quando se sentaram na esplanada a cigarra voltou à carga: "Então conta-me lá coisas. Como vai essa tua vida?" Ao que a formiga respondeu: "Olha, cá estou. Trabalho 8 horas por dia e muitas vezes aos fins de semana também. Não é que o patrão obrigue mas quem se recusa a fazer esses turnos depois não fica escalonado para horas extraordinárias e sem essas horas é impossível pagar as propinas da mais velha que está na Universidade e ficou sem bolsa. Além da bolsa também lhe tiraram o desconto no passe social, e como sou a única empregada em casa o mais novo teve que se fazer à vida porque não posso ter os dois ao mesmo tempo a estudar. A luz, a água e o gás estão mais caros, o meu formigo não arranja emprego e até o IMI do formigueiro aumentou. Do pouco que ganho pago mais de 35% em impostos, não tenho os subsídios de férias nem de natal que davam para uns arranjinhos na casa e para comprar uma roupinha que a que usamos está velha e gasta. Cada vez trabalho mais e cada vez menos tenho, é a vida. E tu cigarra?"

"Bem, comigo isto anda uma maravilha. Estive há uns anos atrás num banco. Num daqueles em que toda a gente confia, afinal o ex primeiro ministro abriu lá conta com a filha, logo nada de errado se pode passar. Afinal aquilo era só para lavar dinheiro, mas como também lucrei 140% com a brincadeira fiquei caladinha, por que raio havia de falar se quando deu buraco o estado tapou com o dinheiro de uns pacóvios. Depois disso transferi o dinheiro para offshores, investi em seguradoras de saúdee em colégios privados porque essa parvoíce de saúde e educação para todos está a acabar e tenho ganho cada vez mais. Agora vou usar parte do pé de meia nas privatizações porque vão vender uma data de coisas que dão lucro e não vejo hora de ter o meu programa na RTP para cantar umas coisinhas. Entretanto todo o dinheiro que mandei para fora do país foi descoberto mas o governo só me pediu para pagar 7% de imposto e a tramóia ficou legal. Enquanto isso a minha filha foi para acessora de um ministro que ela nem sabe o nome e o meu filho foi nomeado para a casa civil do presidente, sabes, aquele antigo primeiro ministro que falei. Amanhã vou passar umas duas ou três semanas a França porque estou um bocadinho em baixo":

E diz a formiga "Olha querida, fazes-me um favor em França"?

"Sim, claro", responde a cigarra.

"Se encontrares o La Fontaine, manda-o PARA A PUTA QUE O PARIU !!!!!

publicado por Nicolae Santos às 17:53

mais sobre mim
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO